Palavra do Presidente

Assumo como Presidente dessa conceituada Entidade em um momento crucial de nossa economia.

Como sempre nesses momentos difíceis o trabalhador é o maior penalizado e recebe toda a carga e culpa pelos erros cometidos por aqueles que Dirigem nosso País.

A Aristocracia reina ainda em nossa sociedade capitalista e esta beneficia os mais ricos, considerados pelos Dirigentes de nosso País como os melhores.

Deixou sim de ser um país semifeudal para se transformar em uma economia capitalista.

Mas, nessa revolução brasileira em que abandonava seu estado semicolonial para se transformar em uma nação capitalista esqueceu-se de incluir aos empresários, qual o papel deles nisso tudo, será que é só o de gerar lucro para si? Onde ficam os trabalhadores na divisão das riquezas, sendo que são eles que tudo produzem e muito pouco recebem.